blogue

A riqueza do tomate


O tomate é rico em vitaminas A, B9 (ácido fólico) e C, em ácidos cítrico, málico e tartárico , em flavonóides, em sais minerais (sódio, potássio, cálcio e fósforo) e em oligoelementos (zinco, cobalto, boro, flúor, bromo e iodo).

Mas é principalmente conhecido por ser uma importante fonte de licopeno: trata-se de um carotenóide - pigmentos naturais, de cor vermelha, alaranjada ou amarela, encontrados nas células de todos os vegetais; não podem ser sintetizados pelos animais, mas são compostos essenciais para a vida, devendo ser ingeridos através da alimentação.

O licopeno é, assim, um importante antioxidante (ou seja, protege da ação destrutiva que o oxigénio tem nas células do nosso organismo), e está identificado como uma das substâncias que ajudam o nosso corpo a resistir a alguns tipos de câncro e de doenças cardiovasculares.

#Tomate #Alimentaçãosaudável